Copy
Quarta-feira, 10 outubro 2018
São Paulo 

Nos ajude a divulgar o Brazil Post, envie para os amigos também!
Bom dia!

Bom saber:
- Cingapura: potência econômica com sinais de autoritarismo
- Venezuela: mais uma execução de um preso político? 
- China & EUA: Trump estuda cortar estudantes chineses
- Índia e Rússia: acordo militar de US$ 5 bi ameaça EUA

Explicando melhor:
- Taiwan & China: mesmo país ou países diferentes?
1. CINGAPURA: TIGRE ASIÁTICO MARCADO PELA PROSPERIDADE ECONÔMICA E DISCIPLINA SOCIAL MOSTRA SINAIS DE AUTORITARISMO COM A PRISÃO DE CRÍTICOS AO GOVERNO
Cingapura
PIB: US$ 324 bi (37º)
PIB per capita: US$ 57.7k (8º)
População: 5.7 milhões (115º)
IDH: 0.93 (9º)
A corte de Singapura condenou nesta 3f, dois jovens que criticaram pelo Facebook o sistema jurídico do país, alegando parcialidade dos juízes em favor do governo.

Segundo o descritivo da condenação, o conteúdo das postagens denegria a imagem da corte e fragilizava o poder judiciário.

A ex-colônia inglesa foi destaque para o mundo pelo seu progresso econômico nas últimas décadas, focando investimentos na educação básica. Em 2010 o PIB do país chegou a crescer 14.7% a.a. Os sinais de autoritarismo, no entanto, vão em desacordo à linha democrática sob a qual o país baseou seu progresso até aqui.
 

2. VENEZUELA: SUSPEITO ENVOLVIDO EM ATAQUE POR DRONES AO PRESIDENTE MADURO É ENCONTRADO MORTO. OPOSIÇÃO E ONU SUSPEITAM DE ENVOLVIMENTO DO GOVERNO. 
Venezuela
PIB: US$ 210 bi (51º)
PIB per capita: US$ 6.7k (82º)
População: 32 milhões (43º)
IDH: 0.76 (78º)
O vereador Fernando Alban (56) estava retido por suspeita de participação do ataque por drones a Maduro. Versão oficial do governo, de que o suspeito teria cometido suicídio dentro da prisão, é recusada pela oposição, que afirma o envolvimento do governo no assassinato do político. ONU suspeita de violação dos direitos humanos e pede explicações a Maduro. Alban era católico e pai de duas filhas. 

3. CHINA & EUA: TRUMP PLANEJA CORTAR VAGAS EM UNIVERSIDADES A ESTUDANTES CHINESES.  
EUA
PIB: US$ 18.6 tri (1º)
PIB per capita: US$ 59.5k (7º)
População: 326 milhões (3º)
IDH: 0.92 (13º)
CHINA
PIB: US$ 11.2 tri (2º)
PIB per capita: US$ 8.6k (72º)
População: 1.4 bilhão (1º)
IDH: 0,75 (86º)
Os atritos entre os dois países vão desde as questões comerciais até a acusação de ataques cibernéticos. Outro tema de expressiva relevância é a Educação. Esse campo é a base do poder dos países, formando lideranças globais do futuro. Elevados investimentos de ambos os países estimulam o intercâmbio de milhares de estudantes, e a publicação de inúmeros artigos científicos.

Sob Trump, parece que o tradicional liberalismo americano dá cada vez mais espaço a políticas unilaterais. Disseminar todo esse rico conhecimento a estrangeiros, em sua maioria chineses, desde o início foi uma ideia não bem aceita por Trump. 

Segundo o Financial Times, a maior parte dos estrangeiros nas escolas americanas é de longe a chinesa, com cerca de 270 mil alunos, o dobro da 2º colocada Índia. Trata-se de mais um exemplo do crescente protecionismo de Trump, corroborando para a ascendente polarização do mundo. 
 
4. ÍNDIA FECHA ACORDO MILITAR DE US$ 5 BI COM A RÚSSIA, ENFRENTANDO OS EMBARGOS COMERCIAIS AOS RUSSOS IMPOSTOS POR WASHINGTON. DELHI FALA EM EQUILIBRAR SEUS PARCEIROS.
Índia
PIB: US$ 2.6 tri (6º)
PIB per capita: US$ 2.0k (140º)
População: 1.3 trilhão (2º)
IDH: 0.64 (130º)
Rússia
PIB: US$ 1.5 tri (12º)
PIB per capita: US$ 10.6k (63º)
População: 146 milhões (9º)
IDH: 0.82 (49º)
O 2º maior país do mundo em população e 6º economia do mundo (no futuro breve se tornará a 3º, atrás apenas de EUA e China), confirmou a aquisição de 4 sistemas anti-aéreos russos, no valor de US$5 bi.

O acordo enfrenta as sanções de Washington à Rússia, que vetam transações comerciais "substanciais" com Kremlin, após suspeitas de interferência nas eleições americanas em 2016, queda do avião Malasyan Air e participação indevida na guerra civil da Ucrânia.

Delhi afirma a necessidade de diversificar seus fornecedores militares. O grande diferencial russo é a possibilidade de transferência de tecnologia, algo não oferecido pelos americanos.

A decisão de punir a Índia pelas suas ações não é simples: se punir, manterá a sua postura intransigente, passando à comunidade internacional uma imagem de firmeza. Por outro lado, a decisão abalaria a relação com uma importante aliada e com grande potencial estratégico no longo prazo.

 
TAIWAN FAZ PARTE DA CHINA OU SE TRATA DE UM PAÍS SEPARADO?
CHINA
PIB: US$ 11.2 tri (2º)
PIB per capita: US$ 8.6k (72º)
População: 1.4 bilhão (1º)
IDH: 0.75 (86º)
TAIWAN
PIB: US$ 579 bi (22º)
PIB per capita: US$ 24.6k (33º)
IDH: 0,88 (27º)*;
População: 23 milhões (56º)
*país não reconhecido pela ONU, portanto não está oficialmente no ranking.
Há permanentes tensões entre Taiwan e China. Trata-se da disputa histórica entre dois partidos chineses, ROC (Republic of China) e PRC (Popular Republic of China).

Ambos travaram uma guerra civil entre 1945-1949, onde o partido comunista PRC conseguiu dominar a China continental. Taipei, capital de Taiwan, uma importante ilha à leste da China, se tornou o local sede do ROC.

Até hoje, há constantes disputas diplomáticas entre os dois países, com ameaças militares da China reivindicando maior poder sobre a ilha. Apesar de 70 anos do fim do conflito armado, nenhum tratado foi assinado até o momento para cessar oficialmente a guerra (similar à situação entre as duas Coréias).

Pela sua maior força militar e representatividade para o mundo, China conseguiu ser a única a possuir assento na ONU, sendo assim, a única representante oficial de ambos os países.

Apesar disso, 16 países mantêm relações diplomáticas oficiais com Taiwan, enquanto extra-oficiais são praticamente mantidas por todos os demais países do mundo.

A ilha, que desde sua origem preserva o sistema capitalista, é uma área estratégica e aliada aos EUA. Trata-se de um importante centro capitalista em meio ao crescente domínio de ditaduras socialistas, como a chinesa, russa e norte coreana. 
QUARTA-FEIRA (10)

- Europa: reunião entre bancos centrais europeus para discussão do ambiente econômico na União Européia, com o fim da expansão monetária e tendência altista dos juros.

- BREXIT: expectativa de avanços nas discussões sobre acordo entre Reino Unido e União Européia. Nesta 3f, houve avanços na questão da fronteira entre Irlanda e Irlanda do Norte, o que era visto como uma das grandes incógnitas. Não houve maiores detalhes até o momento. 


SEXTA-FEIRA (12)

- Turquia: julgamento do pastor americano Andrew Brunson, por suspeita de espionagem do governo. O caso gerou sanções à Turquia e uma forte saída de capitais, desvalorizando a moeda local. O motivo foi a recusa do pedido americano de liberação da prisão e retorno do pastor para os EUA. Segundo o presidente Erdogan, o caso não será definido por ele, mas pela corte turca. 
ASSINE   |   FEEDBACK   |   ANUNCIE

Comece o dia com um conteúdo diferenciado e fique atualizado!
 
Brazil Post é financiado com recursos próprios. Nos ajude a crescer ENCAMINHANDO esse e-mail ou nos SEGUINDO nas redes sociais:
Twitter
Instagram
Para versões anteriores, clique aqui. Você pode deixar de receber nossas atualizações, clicando aqui.

Copyright © 2018 Brazil Post